José Mourinho afirmou esta quinta-feira em declarações à CMTV que, neste momento, o seu futuro enquanto treinador não passa por Portugal e que não recusou nenhum convite do Benfica porque nunca recebeu nenhum, salientando ainda que mantém uma grande amizade com Luís Filipe Vieira.

"Benfica? Eu entendo a pergunta. Não gosto é da resposta", considerou o treinador quando confrontado com o interesse dos 'encarnados'. "Eu aprendi sempre duas coisas no futebol. A primeira é que quando se sai de um clube não se fala. Quando se sai de um clube não se lava roupa suja, não se procura pelo menos publicamente fazer qualquer tipo de crítica, é um capítulo encerrado e foi sempre assim que eu fiz. A segunda coisa que eu aprendi foi a respeitar os clubes que me querem e os clubes que não me querem"

"Eu nunca quis nem confirmar nem desmentir, um respeito enorme por aqueles que me convidam, eventualmente eu não estou interessado, um respeito enorme também por aqueles que se fala e que não é verdade. Então eu nunca entrei muito neste jogo do confirma, do desmente, do alimentar notícia, eu nunca fui por aí. Então também não gostava muito de ir por aí, mas se calhar a melhor maneira de respeitar um grande clube, de respeitar um grande presidente que, para além disso demonstrou ao longos dos últimos anos em que nos conhecemos ser verdadeiramente amigo", prosseguiu José Mourinho.

"Se calhar a melhor maneira de respeitar é dizer qualquer coisa é dizer: não fui convidado, dizer que se eventualmente fosse o presidente e o Benfica seriam os primeiros a saber a minha decisão, mas também ajudando um pouco a retirar esta conversa sobre o assunto acho que posso dizer que hoje não tenho qualquer tipo de intenção de trabalhar em Portugal e que o melhor para o presidente, e o melhor para o Benfica, é também terem essa tranquilidade para poderem apoiar o Bruno (Lage), para poderem pensar no futuro tranquilamente, e eu dizer-vos que claramente hoje estou bem como estou e nada mais do que isso", finalizou.

José Mourinho reagiu ainda ao eventual interesse de Inter de Milão e Real Madrid no seu regresso, tal como tem sido noticiado na imprensa internacional.

"Uma vez mais são coisas que dizem e que eu não vou alimentar positivamente nem negativamente, a única coisa que eu digo é quando um treinador ou um jogador, vocês agora em Portugal têm um exemplo de um jogador que regressa a um clube português onde já tinha jogado há muitos anos atrás significa que alguma coisa positivo fizemos. Eu senti isso quando regressei ao Chelsea, que quando um profissional regressa a um clube, é uma honra tremenda porque não é aquilo que se chama uma 'aposta no escuro' ou contratar um treinador ou um jogador que conhecem, que já lá esteve. E se convidam, obviamente é porque conhecem bem o valor dessa pessoa. Acho que é um sentimento muito bom. Quando eu não estou a treinar aquilo que eu adoro é que não falem de mim", afirmou o treinador português antes de deixar uma garantia.

"Neste momento, hoje não sou opção para o Benfica", atirou.

José Mourinho referiu ainda que é um treinador jovem e que vai aproveitar os próximos tempos para descansar e analisar os últimos anos da sua carreira.

"Quando não estou a trabalhar não gosto nada de falar. Quando estou a treinar normalmente tenho três jogos por semana, são seis conferências de imprensa por semana, a última coisa que gosto de fazer é falar. Agora é viver a vida com tranquilidade que agora é possível e ficar à espera da melhor oportunidade. Sou um treinador muito jovem, já estou é há muito tempo no futebol. Não tenho 75 anos, tenho 55. Ganhei uma competição europeia há dois anos, não há 20. Ganhei uma Taça Inglesa há dois anos, não há 20. Acabei em segundo no campeonato inglês há seis meses, não há seis anos. Disputei uma final da FA Cup há meses atrás e não há anos atrás. As motivações estão como nunca, estão em alta. Tenho direito à minha tranquilidade e ao meu tempo. Tenho a minha mulher à minha espera. Tenho direito ao meu tempo de autocrítica, de análise, de tudo aquilo que vivi nos últimos anos com a tranquilidade de poder pensar e preparar-me para a próxima etapa", referiu.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.