Já foram disputados 85 partidas em Guimarães entre Vitória SC e Benfica, sendo que a equipa lisboeta tem um saldo positivo de 49 vitórias e 17 empates. Os encarnados marcaram 153 golos, contra 93 dos vitorianos.

Porém, as viagens do Benfica ao Estádio D. Afonso Henriques têm ficado, recentemente, marcadas por confrontos e desacatos.

Em novembro de 2017, nove agentes da Polícia de Segurança Pública (PSP) ficaram feridos na sequência de confrontos nas bancadas do estádio dos vitorianos, durante o jogo entre o Vitória de Guimarães e o Benfica. Com pouco mais de três minutos decorridos do jogo da 11.ª jornada da I Liga, que terminou com vitória por 3-1 dos ‘encarnados’, mais de uma centena de adeptos do clube minhoto instalados na bancada sul inferior do Estádio D. Afonso Henriques entraram de forma abrupta no relvado, na sequência de uma carga da PSP, que levou a uma interrupção de quase cinco minutos.

Antes, em janeiro do mesmo ano, a última jornada da fase de grupos da Taça da Liga contou com um muito 'quente' V. Guimarães-Benfica, que acabou com nova vitória dos 'encarnados', que assim seguiram para a 'final four'. Gonçalo Guedes fez os dois golos numa partida em que os nervos chegaram a estar em franja, particularmente no final do segundo tempo. Alguns adeptos dirigiram insultos racistas a Nélson Semedo e o lateral respondeu com um gesto que levou alguns espectadores a lançarem cadeiras para o relvado. Um episódio infeliz que acabou por marcar negativamente um jogo que, de resto, foi uma boa partida de futebol.

Em 2015, um dos casos mais mediáticos que aconteceu antes do jogo entre estas duas equipas. Num encontro que deu o título de campeão nacional de futebol ao Benfica, após empate com o Vitória de Guimarães, dois homens, pai e filho, acompanhados de duas crianças, foram agredidos por um agente da PSP junto ao Estádio D. Afonso Henriques, com a agressão a ser filmada por uma equipa do Correio da Manhã TV (CMTV).

Depois da partida, os adeptos do Benfica vandalizaram parte do Estádio D. Afonso Henriques, queimando cadeiras das bancadas, casas de banho e bar. Segundo fonte oficial do Vitória de Guimarães, adeptos do Benfica assaltaram o armazém onde guardavam os produtos alimentares e roubaram bens, artigos de merchandising e dinheiro. Dois funcionários do bar do estádio da bancada inferior do topo norte foram ainda agredidos, mas sem gravidade.

Em setembro de 2013, após o apito final no Vitória de Guimarães 0-1 Benfica, os jogadores encarnados foram junto dos adeptos que estavam nas bancadas para entregar camisolas e alguns começaram a invadir o relvado. Elementos da polícia de intervenção neutralizaram os adeptos e Jorge Jesus foi ao encontro de um adepto que estava a reagir e pediu aos polícias para largarem o adepto em questão. A polícia afastou Jorge Jesus do local e o treinador ainda discutiu contra as forças de segurança.".

Outro momento delicado em confrontos entre estas duas equipas, remonta-nos para 25 de janeiro de 2004, quando Fehér, de apenas 24 anos, perdeu a vida em pleno relvado do Estádio D. Afonso Henriques, de morte súbita, num momento trágico, arrepiante, acompanhado por muitos em direto, via SportTV. Depois de sorrir ao árbitro Olegário Benquerença, que lhe mostrara um amarelo, Fehér debruçou-se sobre si próprio e caiu fulminado no relvado, para desespero de todos à sua volta, que logo pressentiram o pior.

Já remodelado, em 2003, para receber jogos do Europeu de 2004, o D. Afonso Henriques viu o golo 5.000 dos ‘encarnados’ no campeonato, apontado a 02 de novembro de 2008, aos 18 minutos de jogo, pelo central brasileiro Sidnei.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.