Nani falou esta terça-feira pela primeira vez, após a transferência do Sporting para o Orlando City, da MLS. Em declarações à Rádio Renascença, o internacional português admite que não foi fácil deixar o "clube do coração".

"Custou-me muito deixar o Sporting, porque é o clube do meu coração. É um clube de que gosto muito, vibro muito, quero sempre que tenha sucesso, mas apareceu uma nova oportunidade. E devido à situação financeira do clube e após uma conversa particular com os responsáveis do clube tudo indicava que tinha de partir para esta nova aventura. Acho que foi melhor para as duas partes", começou por dizer Nani, que deixou Alvalade no passado mês de fevereiro.

"Saí a bem com o Sporting, queria ajudar no que fosse possível. Nesse caso, ter de abdicar de continuar no clube devido a um salário alto. Mas é como digo, terei sempre o Sporting no coração, com muitas saudades já dos adeptos e de todos aqueles que me receberam e continuam a apoiar-me, mesmo de longe", afirmou.

Apesar da mudança para os Estados Unidos, Nani revela que continua "a acompanhar a época do Sporting", a quem deseja "muito sucesso".

"Torço pelos meus companheiros, por todos aqueles com quem compartilhei o balneário, os jogos e o clube. Para mim está a ser uma época bem conseguida, depois daquilo que se passou no início da temporada. Muitas mudanças, muita adaptação de muitos jogadores, troca de treinadores, de presidentes. Era um ano complicado, e toda a gente o sabia, e - afinal - acho que a equipa se tem comportado muito bem", refere.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.