O Benfica defronta esta terça-feira, a partir das 21h30, no Estádio da Luz, o V.Guimarães e, na antevisão do encontro, para além de falar sobre o facto de um resultado que não o triunfo das 'águias' dar o título ao FC Porto, o treinador Nelson Veríssimo falou sobre as notícias vindas a público que davam conta de divisões no plantel que terão contribuído para a saída do anterior técnico, Bruno Lage.

"O Benfica tem um plantel com 25 jogadores que são todos muito profissionais. Todas as tarefas que foram propostas aos jogadores todos eles tentaram cumprir ao mais alto nível", sublinhou Nelson Veríssimo.

O treinador afirmou também que a equipa se encontra motivada, apesar de o título estar quase perdido para o FC Porto. "Vejo os jogadores com cada vez mais vontade de mostrar as suas qualidades. Foi assim desde o início da época e tem sido assim mesmo neste período menos bom da época. Não sentimos necessidade de lhes passar uma mensagem de motivação", garantiu.

Possível troféu de melhor marcador para Vinícius e Pizzi relativizado

Dois jogadores do Benfica, o avançado Carlos Vinícius e o médio Pizzi, lideram nesta altura a lista de melhores marcadores da I Liga, a par de Paulinho, do Sp.Braga. Nelson Veríssimo salienta que o importante é o coletivo. "O interesse da equipa é coletivo. É verdade que podem vencer esses prémios, mas o foco é sempre o coletivo. Se conseguirmos juntar as duas coisas, melhor", admitiu.

Sobre a quebra de forma de alguns jogadores, entre eles Rafa, que perdeu a titularidade, Nelson Veríssimo destacou lembrou que todos os jogadores que integram o plantel têm qualidade. "Temos 25 jogadores que todos têm qualidade para jogar nesta equipa. As opções têm de ser feitas fruto do momento, fruto do momento coletivo e do adversário. Nestes últimos dois jogos as escolhas têm sido feitas em relação a isso. Não quero particulizar, mas acho que terá oportunidade de voltar a ser titular", acrescentou.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.