O presidente executivo da NOS disse hoje não ser "motivo de regozijo" para a marca as polémicas que envolvem o futebol, mas garantiu que a operadora irá cumprir os seus compromissos.

"A nossa associação ao futebol, nomeadamente a que vem da parceria com Liga no 'naming' [nome] da Liga NOS nasce do pressuposto de que o futebol é algo muito positivo e fonte de emoções positivas para as pessoas e nós queremos associar-nos a essa festa muito presente em momentos de emoção intensas da parte dos portugueses", afirmou Miguel Almeida, quando questionado sobre as polémicas que envolvem o futebol, sendo a operadora uma das patrocinadoras.

"Acho que é relativamente óbvio perceber que, a partir do momento em que se discute menos esse tipo de emoções e se discutem outro tipo de problemas, não é motivo de regozijo para nós, porque não é esse o espírito da marca NOS, não é esse o espírito com que estamos associados ao futebol", sublinhou o gestor, que falava na conferência de imprensa de apresentação dos resultados da operadora de telecomunicações relativos a 2017, em Lisboa.

Contudo, "temos um compromisso e, ao contrário de outros, não saímos dos nossos compromissos a meio. Temos compromissos, quer com a Liga, quer com alguns clubes, que obviamente cumpriremos, apenas foi um desabafo", acrescentou, afirmando que era preferível falar-se do futebol pela positiva, pelos golos que entram ou não, vitórias e derrotas, do que por outros motivos.

"É um compromisso de longo prazo", garantiu.

Questionado sobre o ponto de situação dos acordos assinados entre a NOS e clubes de futebol, Miguel Almeida disse: "Terá de perguntar à Autoridade da Concorrência".

E adiantou: "Há dois anos e quatro meses, repito, dois anos e quatro meses, fizemos chegar à AdC os acordos que estabelecemos com os vários clubes".

Todas as informações pedidas pelo regulador sobre esta matéria foram prestadas "em tempo útil", garantiu.

"Passaram-se dois anos e quatro meses e não temos qualquer pista se vai acontecer alguma coisa e muito menos o quê", rematou Miguel Almeida.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.