Apresentado como sucessor de Petit no Marítimo na semana passada, Nuno Manta Santos deu uma entrevista ao jornal 'A Bola' em que fala dos objetivos para a próxima temporada.

"É um projeto grande, num clube enorme e é com grande prazer que vou abraçá-lo. Vou para o Marítimo para desenvolver o meu trabalho e mostrar a toda a gente que o Nuno Manta é profissional do futebol e que é um bom treinador", começou por dizer.

Quanto a planos traçados para a equipa insular, o técnico referiu que "o objetivo é ganhar todos os jogos, sabendo, naturalmente, que isso é impossível. Mas queremos fazer uma boa época com o Marítimo, projetando jogadores e tornar a colocar este emblema nos primeiros lugares da Liga."

Questionado sobre os lugares europeus, Nuno Manta admitiu que "não pode dizer-se que chegar à Europa é um objetivo. O que me pediram foi que a equipa apresentasse um bom futebol e que estivesse do meio da classificação para cima."

Nuno Manta Santos tem 40 anos e passou toda a carreira no Feirense, tendo começado na época 2010/11 nas camadas jovens.

Em 2016/17, passou a ser adjunto de José Mota até que uma derrota, curiosamente diante do Marítimo (2-0), ditou a saída de Mota e a promoção de Nuno a treinador principal, que levou o Feirense a terminar a I Liga no oitavo lugar, com 48 pontos, trajeto que lhe valeu o prémio de treinador revelação.

Na temporada 2017/18, conseguiu manter a formação de Santa Maria da Feira no principal escalão, ao ficar na 16.ª posição, com 31 pontos.

A passagem de Nuno Manta Santos no Feirense chegou ao fim na 20.ª jornada da última época, 2018/19, quando perdeu com o Boavista, por 2-0.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.