O SC Braga anunciou esta segunda-feira a contratação do experiente guarda-redes Eduardo para as próximas duas épocas. O internacional português de 36 anos estava em final de contrato com os ingleses do Chelsea e regressa assim ao SC Braga depois de passagens por clubes como Génova, Benfica, Istanbul BB, Dinamo Zagreb e Vitesse.

Num comunicado publicado na página oficial do SC Braga, o emblema minhoto destacou a importância do regresso de um jogador "incontornável da história recente" dos Gverreiros do Minho que irá trazer "uma bagagem recheada de títulos e experiência" ao plantel de Abel Ferreira.

"Depois de passagens por Dinamo Zagreb, Chelsea FC e Vitesse, Eduardo confessou ter em mãos várias propostas. Contudo, o coração falou mais alto e a insistência do presidente António Salvador acabou por ter um papel fundamental", pode ler-se no comunicado do SC Braga.

Em declarações ao portal oficial do SC Braga, Eduardo falou do convite do presidente António Salvador para regressar ao 'clube do coração' e do "desejo de conquistar títulos".

"É difícil prever estas coisas, já sabemos que o futebol é assim. O convite partiu do presidente, com bastante insistência (risos)… Foi o clube onde cresci e me formei como homem e jogador. Um clube que me diz muito, o clube do meu coração. Poder regressar à casa onde cresci e que vi crescer é um sentimento incrível", começou por referir Eduardo.

"Tem sido bom ver o crescimento deste clube, a sustentabilidade e a exigência que tem. Quando cheguei aqui o SC Braga lutava quase pela manutenção e hoje em dia é uma referência na Europa. É um orgulho e um privilégio poder estar cá outra vez", acrescentou o guarda-redes de 36 anos sobre o privilégio de voltar a um SC Braga diferente.

"Regressar aqui por si só traz em mim toda a motivação e vontade. Quem me conhece sabe como é que eu sou e como trabalho. Sou uma pessoa ambiciosa e nunca viro a cara à luta. O meu percurso deu-me experiência e espero agora colocá-la ao serviço do clube", garantiu ainda Eduardo Carvalho.

"[Luta pela titularidade?] Obviamente que sim, senão não teria aceite. Felizmente tinha várias propostas mas, a partir do momento que o presidente falou comigo e tudo isto se proporcionou, tomei uma decisão. Regressar ao clube do meu coração e sentir que as pessoas contam comigo é um orgulho enorme", frisou Eduardo que destacou ainda a ambição de Abel Ferreira.

"O Abel [Ferreira] tem feito um excelente trabalho. Pelo discurso, forma de estar e aquilo que quer para a equipa, nota-se que é uma pessoa ambiciosa. Isso é mais um aliciante para mim", disse.

"Só deixarei de ter objetivos como jogador quando terminar a minha carreira. Até lá tenho muito para dar, porque me sinto capaz disso. As pessoas acreditaram em mim e acredito que posso acrescentar. Os objetivos são sempre os do clube. Consegui aqui um segundo lugar, vencer uma Taça Intertoto, participei em carreiras brilhantes na Europa… Quero ganhar coisas por este clube e espero consegui-lo nos próximos dois anos. Tudo farei para que isso aconteça", sentenciou o guarda-redes de 36 anos.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.