Moreirense e Paços de Ferreira empataram esta quarta-feira, em partida a contar para a 32.ª jornada da I Liga.

Duas equipas mediam forças com situações diferentes na tabela classificativa. Por um lado o Moreirense já com a manutenção assegurada e por outro o Paços a tentar garantir a manutenção neste encontro.

Veja o resumo da partida

No Paços, Pepa procedeu a três alterações, com a aposta em Hélder Ferreira, Jorge Silva e Diaby.

Já do lado do Moreirense, Ricardo Soares mudou e de que maneira, com o Djavan e Nuno Santos a serem os únicos jogadores a manterem-se no onze em relação à última partida.

Debaixo de um calor intenso, foram os donos da casa a chamarem para si o domínio de jogo nos primeiros 45 minutos.

O guardião do Paços Ricardo Ribeiro foi várias vezes posto à prova na primeira parte, tentando adiar os golos dos visitantes. Ao minuto 33´, evitou o golo depois de um pontapé livre de Nenê.

Um minuto depois, o Moreirense chegou mesmo ao golo numa grande penalidade. Falta de Diaby sobre João Aurélio e na conversão Steven Vitória fez o primeiro da partida.

No regresso depois do descanso, Pepa mexeu em três pedras e o Paços passou a ter mais bola.

O golo do empate acabou por sair dos pés de Marco Baixinho ao minuto 75´. Na sequência de um canto na esquerda, Marco Baixinho desviou para o fundo das redes.

Jogo dividido, com partes distintas, mas com resultado justo no final.

Com este resultado, os pacences têm cinco pontos de segurança em relação à linha de água. O Moreirense conta com 43 pontos.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.