O treinador do Paços de Ferreira lembrou hoje que a equipa depende apenas de si e não quer adiar mais a permanência na I Liga de futebol, embora reconheça valor ao Portimonense, adversário da 33.ª jornada, na segunda-feira.

Na antevisão ao encontro da penúltima jornada do campeonato, diante dos algarvios, Pepa deu conta de “duas equipas que estão a fazer uma retoma fantástica”.

“Duas equipas que vêm em crescendo, com confiança, muita entrega, muita atitude e qualidade, cada equipa com a sua forma distinta de jogar. Parabéns ao Portimonense por tudo, pela retoma que estão a fazer, pela caminhada e recuperação de pontos e ao Paços, pelos pontos, por aquilo que joga e por habituar as pessoas a jogar à Paços”, disse Pepa, em conferência de imprensa.

O técnico lembrou ainda que o Paços está somente focado no jogo de segunda-feira, embora possa até celebrar a permanência no 'sofá', no caso de o Belenenses SAD não vencer hoje o Gil Vicente.

“Dependemos de nós, como dependíamos em Moreira (de Cónegos). Temos de saber que pode ser amanhã [segunda-feira] dentro de campo, nos nossos 90 e não nos 90 dos outros. Queremos fazer um grande jogo contra uma grande equipa, bem orientada, desfrutar dos 90 minutos e não vamos deixar para mais tarde (a permanência)”, concluiu.

Jorge Silva, lesionado, junta-se na lista de indisponíveis ao avançado Douglas Tanque, que vai cumprir um jogo de castigo, e aos lesionados de longa duração Simão Bertelli e Murilo.

Na classificação, o Paços de Ferreira ocupa o 13.º lugar, com 35 pontos, enquanto o Portimonense é 16.º, com os mesmos 30 pontos do Tondela (15.º) e do Vitória de Setúbal (17.º), a primeira equipa em zona de descida.

O jogo da penúltima jornada do campeonato realiza-se no estádio Capital do Móvel, em Paços de Ferreira, na segunda-feira, às 17:00, em partida que será arbitrada por João Pinheiro, da associação de Braga.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.