João Palhinha termina o empréstimo ao Sporting de Braga no final da presente época e vai regressar ao Sporting para integrar o plantel na temporada 2020/21. É pelo menos essa a vontade da estrututa leonina e da nova equipa técnica do clube.

O jogador, de 24 anos, é um dos futebolistas em quem o novo treinador dos 'leões', Rúben Amorim, pensa apostar para a titularidade, depois de ter trabalhado com ele durante a sua (curta) passagem pelo leme do clube minhoto.

Sob as ordens de Amorim, Palhinha foi alinhou em dez jogos em 13 possíveis, sendo titular em nove, marcando mesmo dois golos, e era peça importante no sistema utlizado pelo agora técnico dos 'verdes e brancos'.

Fora de hipótese está a possibilidade de o jogador vir a ser usado como 'moeda de troca' noutro eventual possível negócio com os bracarenses, e a venda do centrocampista a título definitivo sáo se verificará se chegar a Alvalade uma oferta 'irrecusável'. É que Palhinha tem contrato com o Sporting até 2023 e uma cláusula de rescisão fixada nos 60 milhões de euros.

Cedido ao Braga desde o início da temporada de 2018/19, num negócio ainda alinhavado pela anterior direção do Sporting, Palhinha totaliza seis golos em 67 jogos pelos 'arsenalistas'. Esta época leva quatro golos em 34 jogos. Produto das camadas jovens do Sporting, onde chegou vindo do Sacavenense, O médio-defensivo já disputou 18 jogos pela equipa principal dos 'leões', divididos pelas temporadas de 2016/17 e 2017/18, sem que nunca tenha conseguido, contudo, afirmar-se como titular.

Porta aberta para a saída de Doumbia

O regresso de João Palhinha abre a porta para uma eventual saída de Idrissa Doumbia no final da temporada. O também médio-defensivo, contratado por 4,4 milhões de euros no início do último ano, tem contrato até 2024, mas ainda não convenceu verdadeiramente e poderá deixar Alvalade, caso surja alguma proposta que agrade aos cofres leoninos.

O costa-marfinense tem perdido espaço na equipa titular nos últimos jogos e, nas últimas cinco partidas, totaliza apenas 22 minutos em campo, ao saltar do banco perto do final das duas mãos do embate dos 16 avos de final da Liga Europa contra o Basaksehir. Na I Liga não foi utilizado em nenhuma das últimas três jornadas.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.