Depois da notícia de ontem, publicada pelo jornal Correio da Manhã, referindo que o guarda-redes era um dos jogadores envolvidos na rede Cashball, Pedro Trigueira veio a público declarar-se inocente.

"Infelizmente o dedo é sempre apontado a quem nada tem a temer. Desta vez calhou-me a mim. Lamento por mim e pela minha família ver o meu nome ligado a esquemas de corrupção quando me posso orgulhar de ter a alma lavada desses esquemas", disse o jogador de 30 anos, na conta pessoal do Facebook.

De acordo com o Correio da Manhã, Pedro Trigueira terá sido aliciado em dois encontro, entre Vitória de Setúbal e Sporting. O primeiro a contar para o campeonato, em que os Leões venceram por 1-0 com uma grande penalidade e também na final da Taça da Liga, que o Sporting venceu no desempate por penáltis. Pedro Trigueira até foi considerado um dos melhores em campo.

"Ridículo estar em causa dois jogos em que me orgulho de ter feito boas exibições. Não tem qualquer fundamento estas acusações. Se alguém utilizou o meu nome para ganhar dinheiro espero que, com esse dinheiro, faça então umas boas férias ou ande num bom carro enquanto eu estou inocente desta palhaçada de assunto , tenho que levar com esta mancha negra em cima do meu nome", afirmou Pedro Trigueira.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.