O presidente do FC Porto, Pinto da Costa, marcou esta segunda-feira nas cerimónias fúnebres do antigo futebolista Seninho e falou do triunfo dos 'dragões' sobre o Belenenses SAD conseguido na noite de domingo, fazendo questão de o dedicar a todas as glórias do clube, Seninho incluído.

"Seninho foi na sua geração um grande jogador, mas neste momento queria evocar o grande homem que foi, como atleta, pai, cidadao, amigo. Era uma pessoa invulgar, daqueles que dá pena vê-lo partir porque o seu exemplo de vida era muito importante para todos. A vitória de ontem foi como todas as vitórias, como sempre dedicadas aos grandes símbolos do FC Porto, como Seninho o foi. Foi pena que ele não pudesse tê-la vivido como viveu muitas outras. Partiu, mas a memória dele perdurará", sublinhou Pinto da Costa.

Seninho ficará para sempre na memória dos adeptos 'azuis e brancos' como 'herói de Manchester', depois de ter marcado dois golos em Old Trafford, num encontro da Taça das Taças de 1977/78 em que os 'dragões' acabaram por afastar os 'red devils'. Pinto da Costa também aludiu a essa memória. "É a referência da carreira dele, mas a carreira dele foi muito mais do que isso. Marcar dois golos naquela altura no estádio de Manchester nao era para todos", sublinhou o dirigente máximo do FC Porto.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.