Éder Militão é um dos jogadores mais cobiçados da I Liga, mas por cá deve continuar até junho. A garantia foi dada por Pinto da Costa, presidente do FC Porto.

"Falou-se de um ou dois clubes, que tiveram o cuidado de telefonar que era mentira. Em janeiro não sairá, estamos a tentar renovar o contrato para aumentar a cláusula de rescisão [50 milhões de euros]. Chegou há três meses e ninguém pensava no Militão. É com estes jogadores que queremos ir até ao final da época", garantiu o líder azul-e-branco, durante o Jantar de Natal da Comissão de Honra de Apoio à sua Candidatura.

O central brasileiro de 20 anos é seguido pelos principais 'tubarões' europeus.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.