Pinto da Costa diz-se preocupado com as arbitragens na Primeira Liga. O presidente do FC Porto já tinha contestado a arbitragem no FC Porto 1-0 V. Guimarães mas voltou a carga para mostrar sua indignação perante algumas decisões dos homens do apito.

"Não me lembro de nenhuma época, desde que sou presidente do FC Porto, que não tenha sido complicada. É evidente que, nesta altura, a minha preocupação vai, não no sentido dos próprios jogos, não obstante o respeito que todos os adversários nos merecem, mas da forma como são arbitrados. Vejo em clubes adversários entradas que até os críticos do vosso jornal dizem serem merecedoras de vermelho e nem amarelo levam; e vejo os nossos jogadores, à mínima coisa, ficarem marcados para levar logo amarelo", sublinhou Pinto da Costa, em entrevista publicada na edição de domingo do jornal OJogo.

O líder dos "dragões" deu como exemplo o FC Porto-Benfica e os critérios utilizados por Jorge Sousa nos amarelos mostrados aos jogadores das duas equipas.

"Há o caso do FC Porto-Benfica em que o Benfica bateu o recorde de faltas, mas o Casemiro, na primeira que fez, junto da linha lateral, uma falta igual a muitas outras bem mais duras que passaram incólumes, viu logo um cartão amarelo. Isso é que me preocupa. Isso e o critério das nomeações", atirou.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.