Theodoro Fonseca, líder da SAD do Portimonense, deixou críticas à arbitragem de Rui Costa no jogo com o FC Porto deste domingo (vitória dos 'dragões' por 3-2), e anunciou que irá fazer uma exposição à Liga.

"Vamos apresentar queixa para que isso não aconteça mais. Isto não é porque o Portimonense perdeu para o FC Porto. Nós vamos fazer reclamação em prol do futebol português", começou por dizer Theodoro Fonseca à Rádio Renascença.

O acionista maioritário da Portimonense SAD destaca o penálti assinalado contra os algarvios, aos 23 minutos, por mão na bola de Jadson, e validado pelo VAR.

"É muito claro. A bola não toca na mão, mas no peito. O VAR dá o penálti e fico muito triste porque é uma situação que já não depende só de nós. Dependemos da parte extra campo", defendeu o dirigente.

"O árbitro esteve muito mal e toda a equipa de arbitragem também", vincou.

Theodoro Fonseca mostrou-se ainda surpreendido pela deterioração do relvado do Estádio do Portimonense em apenas 10 dias, considerando até a hipótese de sabotagem.

"Tivemos um problema atípico que ainda não foi detetado. Estamos a ver, minuto a minuto, as imagens das câmaras do estádio para perceber o que aconteceu para afetar o relvado inteiro, em menos de dez dias. Pode ter acontecido uma sabotagem do nosso relvado", observou.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.