Rui Pedro Soares, presidente da SAD do Belenenses, mostrou-se satisfeito com o empate 2-2 na Luz, diante do Benfica, e abordou a situação atual dos 'azuis' que, recorde-se, apresentaram-se esta segunda-feira com um novo símbolo.

"Fiquei muito feliz. É verdade que o Benfica chegou ao 2-0 muito depressa, mas conseguimos empatar e depois do 2-2 ainda pensei pudéssemos ganhar o jogo numa jogada de contra-ataque. Exibição categórica, excecional, personalizada, de uma equipa a dois pontos de disputar a Liga Europa. Assisti ao Braga - V. Guimarães, vi a grande equipa do V. Guimarães e os seus adeptos, e enche-me de orgulho estar a dois pontos de uma massa adepta tão dedicada. Não há dificuldade que não seja superada. Isso é evidente. Que outra equipa com tantas convulsões faria na Luz o que nós fizemos. Vamos deixar os adeptos serem felizes", afirmou Rui Pedro Soares, citado pelo jornal O Jogo.

"No início da época, o Silas estava bem mais otimista do que eu, que pensava que podíamos fazer 40 pontos. A nove jornadas do fim, temos 37 e estamos perto de chegar à Liga Europa, onde já estivemos em 2015 e fomos à fase de grupos. As pessoas do Belenenses estão felizes e amanhã as crianças vão para escola a exibir com orgulho camisola do Belenenses", acrescentou.

O Belenenses estreou hoje frente ao Benfica o seu novo símbolo, depois da decisão do Tribunal da Relação, que confirmou a decisão da providência cautelar interposta pelo Belenenses clube. O novo emblema, em tons de vermelho e branco, simboliza uma torre combinada com o 'B' de Belenenses, substituindo a Cruz de Cristo, mítico emblema do clube do Restelo.

"A decisão do tribunal da relação foi injusta e isto não será definitivo. Vamos recuperar o símbolo que é o nosso. Mas este símbolo significa tudo o que nós somos, só esta equipa conseguia fazer isto na Luz, depois de estar a perder 2-0", disse Rui Pedro Soares, que admitiu a possibilidade de reconciliação com o clube.

"Um dia isso, não sei quando, isso vai acontecer. Somos o mesmo. Quero mencionar o trabalho de todo o staff, durante oito meses tivemos de usar uma lavandaria que se pagava com moedas. Há aqui heróis que trataram disso nessas condições durante oito meses. E nunca ouvi um lamento ou queixume. Tenho muita pena que uma minoria esteja a impedir os belenenses todos de serem felizes. É tempo da grande maioria silenciosa fazer alguma coisa e resolver este problema que realmente não faz sentido nenhum", rematou.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.