O FC Porto pode ver-se obrigado a vender alguns dos seus melhores jogadores isto de forma a cumprir os compromissos com a UEFA no que diz respeito ao fair-play financeiro.

Relembra o jornal 'A Bola', que de acordo com o último relatório de contas da SAD, a administração está obrigada a garantir cerca de 77,969 milhões de euros em mais valias, resultantes das transferências jogadores.

Ou seja, os azuis brancos terão que fazer mais de 100 milhões de euros, uma vez que a SAD recorda a necessidade de apresentar os quase 78 milhões de euros em mais valias, valor líquido, já sem as comissões de intermediação, prémios de assinatura ou outras despesas relacionadas com as cedências de passes.

A direção liderada por Pinto da Costa quer dar continuidade ao exercício positivo da temporada passada.

Os azuis e brancos tiveram que voltar a fazer contas, isto depois da eliminação da Liga dos Campeões, o que significa menos 50 milhões de euros de encaixe, entre prémios de presença e direitos televisivos.

De acordo com 'A Bola', jogadores como Zé Luís (poderá sair neste mercado de inverno), Alex Telles, Marega, Soares, Otávio ou Fábio Silva poderão sair até dia 30 de junho.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.