Samaris tem passado muito tempo como espectador desde o início da época.

Dos 11 jogos oficiais realizados pelo Benfica esta época, apenas em seis jogos o médio foi convocado por Bruno Lage, e só num deles alinhou os 90 minutos (na 2.ª jornada frente ao Belenenses SAD) tendo ainda permanecido no banco em dois deles (Braga e Gil Vicente).

Além disso, Samaris não joga na Liga Portuguesa desde o clássico frente ao FC Porto, em agosto, tendo voltado às competições na recepção do Benfica ao Vitória de Guimarães para a Taça da Liga.

A ausência do grego tem causado estranheza aos benfiquistas, principalmente quando comparado com as oportunidades que o jogador teve na época passada quando entrou para o lugar do lesionado Fejsa, que, entretanto, voltou a ocupar o lugar.

Segundo o jornal 'A Bola', para a falta de oportunidades contribui o facto de Bruno Lage não convocar médios defensivos para ficarem no banco, uma vez que é uma posição na qual o técnico só mexe em casos excecionais.

Mas com o treinador das 'águias', quem mais trabalha durante a semana mais hipóteses tem de chegar ao onze inicial, por isso Samaris deverá aproveitar a pausa internacional (não foi convocado para a seleção grega), para mostrar serviço ao técnico.

Uma tarefa que não se avizinha fácil, tendo em conta a concorrência na posição 6, onde o médio ‘luta’ pelo lugar de Florentino e Fejsa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.