Sandro Mendes, novo treinador do Vitória de Setúbal, disse hoje acreditar que a sua equipa pode surpreender o Sporting, na quarta-feira, no Estádio do Bonfim, em jogo da 19.ª jornada da I Liga de futebol.

Apesar de estar consciente das dificuldades, o sucessor de Lito Vidigal partilhou na conferência de imprensa a mensagem que passou aos jogadores no balneário, prometendo dificultar a missão dos ‘leões’.

"A mensagem é simples: fazemos o nosso trabalho, concentrados no que temos de fazer frente a uma grande equipa, mas vamos complicar ao máximo a vida do Sporting. Com o decorrer do jogo, quem sabe, já começam a haver algumas ideias novas. O jogo dirá o que será o resultado final", disse o antigo capitão do Vitória.

O agora treinador, que há poucos dias era ‘apenas' o diretor desportivo dos vitorianos, está otimista na obtenção de um resultado positivo.

"Conhecemos bem o Sporting. É uma equipa que tem qualidade individual muito grande, mas nós temos as nossas hipóteses e é com elas que encaramos o jogo com otimismo. Os jogadores estão confiantes e trabalharam bem nestes poucos dias que estamos juntos. Estão alegres e amanhã [quarta-feira] vamos tentar passar essa alegria e confiança para dentro do campo", referiu.

O ‘timoneiro’ dos setubalenses disse confiar que o conjunto ‘leonino’ se vai apresentar no Bonfim moralizado pela recente conquista da Taça da Liga.

"O Sporting é sempre um candidato ao título, independentemente de vir motivado. É lógico que a conquista da Taça da Liga pode aumentar os níveis de confiança e de motivação dos jogadores. Será sempre um adversário muito complicado", vaticinou.

Questionado sobre a possibilidade de dar uma atenção especial a jogadores como Bruno Fernandes e Bas Dost, o treinador advertiu para outros perigos.

"Se fôssemos por aí…Então e o Nani? A nível de qualidade individual, o Sporting tem excelentes jogadores. Sabemos o que temos de fazer. Não haverá marcações individuais, mas sim um cuidado especial onde o Sporting é mais forte. Teremos de estar muito concentrados para tentar complicar ao máximo a vida do Sporting", alertou.

O antigo capitão do Vitória de Setúbal, de 41 anos, explicou que as ligações afetivas que tem ao clube o levaram a aceitar o repto de comandar, para já, os sadinos nas próximas duas jornadas.

"Estava numa zona de conforto, com um cargo [diretor desportivo] diferente. Pela razão, era fácil dizer que não, mas o coração, mais uma vez, falou mais alto. Por isso, aceitei o desafio que a direção me pediu de fazer o jogo do Sporting e do Nacional. Depois veremos o que se segue", disse.

Sandro Mendes tem três jogadores castigados - Gustavo Cascardo, José Semedo e Éber Bessa - mas as ‘baixas' não abalam a confiança do técnico, que tem Alex Freitas como único lesionado.

"Os jogadores que estão disponíveis dão-nos garantias de podermos fazer um bom trabalho", frisou.

O Vitória de Setúbal, 12.º classificado com 19 pontos, defronta o Sporting, quarto com 38, na quarta-feira, a partir das 19:00 horas, no Estádio do Bonfim, em Setúbal, em partida da 19.ª jornada da I Liga de futebol.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.