O SC Braga está no mercado à procura de um lateral esquerdo. Os arsenalistas elegeram o brasileiro Cajú como um dos alvos mas o Santos FC já avisou os dirigentes do emblema minhoto que terão de se esforçar muito mais para contar com o lateral esquerdo.

"O Santos não é mais a casa da mãe Joana. O Santos não pode perder a sua soberania. Eles queriam pagar 200 mil euros, mas o Santos quer um milhão de euros mais 30 por cento dos direitos económicos", disse José Carlos Peres, presidente do Santos, em declarações à 'Gazeta Esportiva'.

Numa primeira abordagem, de acordo com o jornal, o SC Braga oferecia 200 mil euros e ainda 300 mil numa futura transferência, com o jogador a abrir mão dos 40 por cento do seu passe. Cajú, que se valorizou muito em 2018/2019 no APOEL, onde esteve emprestado, pode deixar o emblema santista a custo zero em dezembro de 2019, data do final do seu contrato.

Desde que voltou do empréstimo ao APOEL, Cajú, de 24 anos, já recusou duas propostas de renovação de contrato com o Santos. O jogador quer sair já para continuar na Europa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.