O treinador do FC Porto, Sérgio Conceição, colocou hoje o lugar à disposição da administração do clube, após a derrota na final da Taça da Liga de futebol com o Sporting de Braga (1-0). A decisão foi anunciada pelo treinador na zona de entrevistas rápidas.

Na ‘flash interview’ da Sport TV, o técnico luso, campeão pelos ‘dragões’ em 2017/18, disse ter colocado o lugar “à disposição do presidente” e afirmou que os ‘azuis e brancos’ estão “sem união dentro do clube”.

Com a derrota de hoje, os 'dragões' perderam o primeiro título da temporada, estando em segundo lugar na I Liga portuguesa, a sete pontos do líder Benfica, e nas meias-finais da Taça de Portugal, em que vão defrontar o Académico de Viseu, além da Liga Europa, em que vão defrontar, nos 16 avos de final, os alemães do Bayer Leverkusen.

"Nós temos de olhar para dentro e com isto estou a dizer que é preciso haver responsabilidade coletiva. A começar por mim e não falo só do grupo de trabalho, mas de toda a gente dentro do clube. É difícil trabalhar em determinadas condições. No primeiro ano, muito difícil, não houve reforços nem havia dinheiro. No segundo ano, com a falta de verdade desportiva que houve... E este ano, sem união, fica difícil. O meu lugar está à disposição do presidente", disse o técnico dos 'dragões'.

Cabe agora a Pinto da Costa a última decisão: ou aceita o pedido e e muda de treinador no FC Porto ou tenta demover Sérgio Conceição a ficar.

Sobre o jogo, Conceição lamenta a falta de felicidade nalguns lances.

"O que falhou hoje? Eu não vi o golo, houve alguns ressaltos e a bola ficou no jogador do SC Braga na última jogada. Mais uma vez, tivemos infelicidade num jogo que podia ter caído para qualquer um dos lados. Uma vez mais, e pelo lado positivo, o SC Braga mostrou caraterísticas que durante a época não é costume ver. Parabéns para eles",  sublinhou.

O FC Porto perdeu por 1-0 frente ao SC Braga, na final da Taça da Liga. Esta foi a terceira final seguida perdida por Conceição no FC Porto, depois de, na temporada passada, ter sido derrotado nas finais da Taça da Liga e Taça de Portugal frente ao Sporting.

O FC Porto, que já tinha chegada à final nas épocas 2009/10, 2012/13 e 2018/19, continua sem conseguir vencer a única competição nacional que ainda não consta no palmarés ‘azul e branco’.

Antigo jogador do clube, Conceição conquistou, até agora, uma Liga portuguesa e uma Supertaça pelos portistas, conseguindo 38 vitórias em 52 jogos no primeiro ano, 42 triunfos em 57 encontros na temporada transata e, já nesta época, 25 vitórias em 34 partidas.

Sérgio Conceição cumpre a sua terceira época no FC Porto. Chegou em 2017/2018 e conquistou logo o campeonato, impedindo o Benfica de se sagrar pentacampeão. Na época passada chegou a ter sete pontos de vantagem para o Benfica mas perdeu essa vantagem acabou em segundo lugar.

Nas provas internacionais, levou o FC Porto aos quartos-de-final da Liga dos Campeões no primeiro ano e aos oitavos-de-final da prova milionária no segundo, tendo sido eliminado em ambas as ocasiões pelo Liverpool.

Esta época falhou o acesso à fase de grupos da Liga dos Campeões ao perder em casa por 3-2 com o Krasnodar, em jogo da terceira pré-eliminatória, depois de ter vencido na Rússia por 1-0.

Caiu para a Liga Europa onde só no derradeiro jogo conseguiu carimbar o passaporte aos 16 avos de final, num grupo onde perdeu com o Rangers e o Feyenoord.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.