O treinador do FC Porto fez esta sexta-feira a antevisão ao encontro com o Vitória de Setúbal a contar para a segunda jornada do campeonato português. O jogo está agendado para este sábado, às 21h30, no Estádio do Dragão e Sérgio Conceição espera um regresso às vitórias.

O jogo

"Vamos encontrar o Setúbal, que tem dado continuidade ao que fez no final da época passada. Este ano fez dois jogos, ganhou um e empatou outro sem sofrer golos. Estamos preparados para as situações táticas do Setúbal, mas queremos ganhar o jogo."

O plantel

"Eu mudo a equipa conforme o que vejo nos treinos, não nos jogos. O trabalho diário, a componente física e a tática de jogo consoante o adversário são os tópicos que me fazem alterar a equipa."

O estado mental

"Encontrei esta manhã um grupo com boa saúde mental e com vontade de fazer aquilo que adoram fazer. Com um espírito fantástico para mudar este momento menos positivo e prontos para aquilo que vem amanhã."

O momento complicado

"É um momento menos bom e que é natural. Estou aqui há dois anos e as coisas têm corrido de maneira positiva e momento menos bons acontecem em todo o lado. Temos de ter sempre a capacidade de perceber que é só um momento, até porque tenho muita confiança no meu trabalho e na minha equipa. Quanto à confiança do presidente, respondo com a mensagem do departamento de marketing para esta época: "Dragões juntos". E acrescento ainda "lutemos como irmãos". Não tenho mais nada a acrescentar e é assim que vamos sair deste momento difícil e vamos conquistar títulos."

Assobios

"Ouvi assobios quando a equipa adversária saiu. Ouvi alguns assobios que são naturais para o que foi a nossa exibição na primeira parte. Os adeptos são a alma do clube. Eu tenho de ouvir e calar, trabalhar e ter resultados. Se fico contente quando ouço assobios, não fico, mas também não fico no céu quando nos aplaudem. Ouço, vejo, estou atento a tudo."

Processos da equipa

"Eu acho que o processo ofensivo e defensivo estão sempre ligados. Não estamos prontos para defender se não soubermos atacar. Temos de estar prontos para todos os momentos do jogo se queremos ganhar. Se não atacares bem, não estás pronto para defender bem. É uma pergunta interessante, mas eu tenho é de pegar na equipa e pô-la a jogar."

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.