Jorge Manuel Rebelo Fernandes. Não conhece? Mas se lhe falarmos em Jorge Silas torna-se mais fácil. Silas é o novo treinador do Sporting e sucede a Leonel Pontes e Marcel Keizer na dança das cadeiras de Alvalade (é o 3.º treinador dos ‘leões’ esta época).

Com 43 anos e uma curta carreira de treinador, o técnico chega agora ao clube do qual é adepto desde pequeno e pelo qual chegou a jogar entre 1987 e 1989. antes de ser dispensado na transição dos infantis para o iniciados.

Depois da dispensa, rumou ao Atlético onde se manteve durante nove anos entre 1989 e 1998 antes de rumar a Espanha para alinhar na segunda liga espanhola, pelo Ceuta e pelo Elche.

Em 2001, regressa a Portugal pelas mãos de José Moutinho, quando o treinador comandava a equipa do União de Leiria. É aquando da passagem por Leiria que é chamado pela primeira vez para a Seleção Nacional, com Scolari, onde somou três internacionalizações, todas em 2003.

Ruma depois a Inglaterra, no regresso do Wolverhampton ao Premiership (atual Premier League) onde realizou 13 jogos antes de voltar novamente a Portugal por via de empréstimo do clube inglês ao Marítimo.

Depois dos madeirenses volta a Lisboa, desta vez para o Belenenses, clube pelo qual joga entre 2005 e 2009. No clube do Restelo, realizou 131 jogos somando 13 golos - o clube pelo qual realizou mais partidas na sua carreira.

Em 2010 e depois de um regresso a Leiria que durou época e meia,  Silas volta a emigrar, desta vez para o Chipre onde vence o seu primeiro campeonato enquanto jogador com o AEL Limassol. Seguem-se passagens pelo AEP e Ethnikos Achnas antes de um breve regresso a uma casa que já bem conhecia: o Atlético.

Depois de 48 jogos e 11 golos marcados pelo clube lisboeta, Jorge Silas ruma à Índia juntamente com Simão Sabrosa e Miguel Garcia para alinhar pelo NorthEast United em 2015.

A passagem pelo futebol indiano foi curta (realizou apenas doze jogos), com o antigo jogador a regressar a Portugal no inicio de 2016 para vestir a camisola do Cova da Piedade, clube onde viria a terminar a sua carreira de futebolista.

Em 2017, depois de já ter ajudado o clube almadense a subir à segunda liga, decide pendurar as chuteiras. Mas o regresso aos estádios não demora muito a acontecer...

Em janeiro de 2018, depois de treinar a equipa do Sindicato dos Jogadores, regressa ao Belenenses para substituir o lugar deixado por Domingos Paciência depois de ter sido demitido.

E é ai que se manteve (entre Belenenses e Belenenses SAD) até ao passado mês de setembro, quando, depois de um início de época sem vitórias, a direção do clube decide terminar a sua ligação com o treinador.

Em 61 jogos nas competições nacionais (Liga, Taça da Liga e Taça de Portugal) ao comando dos ‘Azuis’ somou 16 vitórias, 21 empates e 24 derrotas com a melhor classificação a ser um 8.º lugar na sua primeira época no clube (2017/2018).

A falta do nível IV do curso de treinadores, que deverá chegar em novembro, não impediu Frederico Varandas de apostar no técnico que não poderá contar na ficha de jogo com treinador principal, pelo que terá de ser outro elemento da equipa técnica com o nível IV a figurar na ficha de jogo e a comparecer nas flash interviews.

Alias, esta situação não é inédita no Sporting, pois já com Paulo Bento aconteceu a mesma situação, com Carlos Pereira, adjunto, a assumir o papel regulamentar de treinador principal.

Numa entrevista recente ao jornal A Bola, Silas revelou estar ansioso para tirar o quarto nível, explicando que a certificação que possui não lhe permitia sequer levantar-se do banco.

"Não nos é permitido levantar, temos de estar sentados. No banco do Restelo era mais fácil porque estamos mais altos. Não poder estar de pé tira-nos capacidade de análise ao jogo", disse.

Silas realiza assim mais um regresso, agora ao clube do qual foi dispensado há 30 anos, desta vez não para jogar mas para comandar o barco do Sporting numa altura em que o ‘mar’ de Alvalade é de tempestade.

A esperança dos adeptos ‘leoninos’ é que Silas seja o capitão que leva a equipa a bom porto. Para já, a estreia no banco de suplentes está prevista para a próxima segunda-feira, quando o Sporting visitar o Desportivo das Aves, na sétima jornada.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.