José Pedro Rodrigues, sócio que integrou as listas de Pedro Madeira Rodrigues nas eleições do Sporting, endereçou uma carta à CMVM, esta quinta-feira, onde salienta que a reestruturação financeira anunciada pelos leões não existiu.

Nessa missiva, citada pelo jornal O Jogo, José Pedro Rodrigues refere, no sétimo de dez pontos, que "existem informações" contraditórias sobre a reestruturação financeira feito pela SAD do Sporting, garantindo mesmo que "pessoas próximas das ditas instituições bancárias negam a existência de quaisquer novos acordos".

"Face à contradição manifesta entre a versão dos devedores e dos credores, importa esclarecer a verdade pois, a confirmar-se a falsidade da informação difundida pelos responsáveis do Sporting, tal constituirá crime punível por lei", explica o sócio.

"Está em causa a subsistência de uma instituição cujo bom nome tem que ser preservado, custe o que custar", concluiu o associado que escreveu a carta.

Fonte do Sporting, contactada pelo referido diário desportivo, diz que este acontecimento é "lamentável e absurdo".

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.