Sousa Cintra considera que Bruno Fernandes é um jogador muito mais completo do que João Félix e que por isso deveria valer 'muito mais' do que o jovem avançado do Benfica que poderá ser vendido ao Atlético de Madrid por 120 milhões de euros.

Em entrevista ao jornal A Bola, o ex-presidente do Sporting começa por dizer que Bruno Fernandes não deveria ser vendido pela simples razão de que se os 'leões' querem conquistar o título de campeão não devem deixar sair os melhores jogadores.

"Se o Sporting vende os melhores como quer ser campeão e lutar por títulos? Eu não o vendia [o Bruno Fernandes], procurava encontrar a melhor solução para ele não sair", começou por dizer Sousa Cintra.

"Se se confirmar a saída de João Félix por aqueles valores [120 milhões de euros], Bruno é jogador para ser vendido na casa dos 100 milhões ou mais, dado a loucura em que se transformou o mercado de jogadores. Talvez os grandes clubes ainda não se tenham apercebido bem do valor de Bruno Fernandes. Com todo o respeito por esse miúdo do Benfica, o Bruno é melhor, é um jogador feito e com provas dadas. Foi o melhor na Liga no ano passado e neste e o seu passe não tem preço, é um jogador de categoria mundial", acrescentou Sousa Cintra.

Já em relação à situação de Jovane Cabral, Sousa Cintra mostrou-se preocupado com o jovem prodígio leonino.

"É um jogador fantástico, quando começou a jogar deu 'show' e resolveu muitos jogos ao Sporting. Depois ficou algo apagado, li até que ia ser emprestado; não sei nem me quero meter nesse assunto porque isso é com o presidente", frisou Sousa Cintra sobre o extremo leonino.

"Quis colocar no contrato uma cláusula de 120 milhões, mas o empresário não quis. ‘Achas que vales menos do que o João Félix’, perguntei-lhe? Por trás de mim estavam as fotos de Cristiano e Figo e disse-lhe que um dia ele ia ser tão bom como eles. Sabem o que ele me respondeu? Vou ser melhor que eles!", sentenciou Sousa Cintra.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.