Quatro antigos desportistas do Benfica e do Sporting (Calado, Ricardo Rocha, Dani e Madjer) projetaram hoje o dérbi de sexta-feira, antecipando um jogo equilibrado, apesar da melhor fase dos 'encarnados', líderes da I Liga de futebol.

"A expectativa é que seja uma grande partida de futebol. As duas equipas têm objetivos bem definidos, mas estão em fases bem distintas. Ambos querem a vitória. O Sporting está a tentar recuperar a qualidade de jogo. Da parte do Benfica, vem de vários jogos consecutivos, teve dois jogos difíceis em que conseguiu dar a volta ao resultado, portanto, está com uma chama imensa, com muita paixão e muita entrega no jogo", considerou Dani, que representou ambos os clubes.

Segundo o antigo futebolista, o Benfica atravessa um melhor momento desportivo, mas também a nível financeiro, e isso tem reflexo no posicionamento do mercado de transferências.

"O Benfica é uma instituição que está cada vez a crescer mais. Vimos como é que está a funcionar o mercado, tanto em termos de vendas, como de empréstimos e de compras, o Benfica está forte. E também ao nível dos resultados financeiros. Já o Silas trabalha no dia de hoje e com aquilo que tem. É tentar apresentar a melhor equipa", sublinhou, projetando "um jogo de grande intensidade, grande velocidade, e, se possível, com golos".

Questionado sobre a possível saída de Bruno Fernandes, que é cobiçado pelo Manchester United, Dani disse que o ideal seria que o médio leonino saísse "em grande", e, "se possível, com uma grande exibição, com golos, e com a vitória do seu clube".

Já Calado, que jogou pelo Benfica, apontou para "um jogo complicado", já que "o Sporting vai tentar demonstrar que realmente é uma equipa competitiva e o Benfica vai ter que ser o melhor Benfica".

E acrescentou: "Algumas pessoas pensam que pela posição que o Sporting tem [na liga], que vai ser fácil, mas eu não acredito nisso. Acredito que vai ser um dérbi a sério, independentemente de poder haver jogadores do Sporting importantes que não vão poder estar presentes, como é o caso do Vietto, que tem tido um desenvolvimento fantástico no Sporting. Vai ser um dérbi durinho".

Quanto ao ex-jogador de futebol de praia Madjer, que representou os 'verde e brancos', deixou o desejo de que seja "um grande espetáculo de futebol", admitindo que, como sportinguista, vai torcer pela vitória do seu clube, ainda que destacando o melhor momento das 'águias'.

"Temos de ser realistas, é o Benfica [que está mais forte], sem dúvida. Está em primeiro do campeonato e tem praticado um bom futebol. Mas um dérbi é sempre um dérbi, temos de esperar qualquer resultado de um dérbi, porque é um jogo completamente diferente", vincou.

Por seu turno, Ricardo Rocha, antigo defesa do Benfica, afirmou que está à espera de um dérbi bem disputado, com os jogadores de ambas as equipas motivados em busca da vitória.

"Acredito que os jogadores estão muito motivados, sabem o que um dérbi representa. O Benfica chega [ao jogo] no primeiro lugar [do campeonato], híper motivado, mas estes jogos são sempre imprevisíveis. Num dérbi tudo pode acontecer, são duas grandes equipas. O Sporting vive um momento menos bom desde o início da época, mas isso não quer dizer nada. Vimos um grande Sporting contra o FC Porto e o Benfica está à espera de um grande Sporting na sexta-feira", vaticinou.

O central salientou ainda a influência de Pizzi e de Bruno Fernandes nas "dinâmicas" apresentadas pelos rivais lisboetas, considerando que a qualquer momento um deles poderá resolver o jogo.

"Pizzi tem estado a um nível fantástico, quer a marcar golos, quer a fazer assistências, e o Bruno Fernandes é a grande referência do Sporting. Há esta questão do Bruno Fernandes, sobre a possível saída ou não, mas daquilo que tenho visto do seu caráter não me parece que isso irá estar na mente dele. Ele vai estar focado no jogo de sexta-feira", considerou.

Os jogadores falavam aos jornalistas à margem de uma iniciativa promovida pela Betclic, que juntou uma série de notáveis do Benfica e do Sporting para disputarem um jogo em jeito de lançamento da partida entre o Sporting e o Benfica, relativa à 17.ª jornada da Liga portuguesa de futebol.

De acordo com as contas do antigo árbitro Pedro Henriques, que dirigiu o jogo hoje disputado no Prior Velho, nos arredores da capital portuguesa, o dérbi de sexta-feira deverá contar com o árbitro João Pinheiro.

"Dos 21 árbitros, nós temos nove internacionais e dois que, não sendo internacionais, podem normalmente estar nestes jogos. Excluindo quem fez jogos agora para a Taça de Portugal e no fim de semana, e por questões regulamentares, neste momento, sobram três árbitros. Aquele que eu acho que vai ser, que é o João Pinheiro, o Hugo Miguel e o Fábio Veríssimo", antecipou.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.