O futebolista sérvio Radosav Petrovic, ex-Sporting e atualmente no Almeria, falhou hoje a audição que estava prevista no processo do ataque à Academia, que decorre no Tribunal de Monsanto, em Lisboa.

A fase da tarde da 28.ª sessão do julgamento também acabou por não ver realizadas as audições das testemunhas de Pedro Lara e de Sérgio Costa, com a juíza Sílvia Pires a dar por encerrada a sessão em poucos minutos.

O julgamento prossegue na quarta-feira com a audição do arguido Tiago Neves e respetivas testemunhas durante a manhã, enquanto, para a tarde, está agendada a audição por Skype do avançado holandês Bas Dost, ex-jogador do Sporting e atualmente no Eintracht Frankfurt, além da audição das testemunhas de Emanuel Calças.

O processo do ataque à Academia de Alcochete – onde, em 15 de maio de 2018, jogadores e equipa técnica do Sporting foram agredidos por adeptos ligados à claque ‘leonina’ Juve Leo - tem 44 arguidos, acusados de coautoria de 40 crimes de ameaça agravada, de 19 crimes de ofensa à integridade física qualificada e de 38 crimes de sequestro, todos estes (97 crimes) classificados como terrorismo.

Bruno de Carvalho, à data presidente do clube, ‘Mustafá’, líder da Juventude Leonina, e Bruno Jacinto, ex-oficial de ligação aos adeptos do Sporting, estão acusados de autoria moral de todos os crimes.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.