Menos de 24 horas depois da derrota por 2-0 no Estádio do Dragão, a primeira desde a chegada de Rúben Amorim ao comando técnico da equipa, o Sporting voltou aos treinos na Academia de Alcochete, dando assim início à preparação para a receção de terça-feira ao V.Setúbal, a contar para a penúltima jornada da I Liga.

Um apronto que contou com três novidades: Marcos Acuña e Luciano Vietto, recuperados dos problemas físicos que os apoquentavam, trabalharam de forma totalmente integrada, sem limitações, e o avançado brasileiro Luiz Phellype regressou ao relvado, dando assim mais um passo no processo de recuperação da grave lesão que sofreu num joelho.

O avançado brasileiro, recorde-se, não joga desde 27 de janeiro, data em que se lesionou no joelho direito no encontro com o Marítimo, mas esta manhã trabalhou mediante as orientações do fisioterapeuta Rúben Ferreira.

O plantel dos ‘leões’ folga na sexta-feira e regressa à Academia do clube no sábado de manhã, para prosseguir a preparação para a receção de terça-feira ao Vitória de Setúbal, agendada para as 19h00.

O Sporting segue na terceira posição da I Liga, com 59 pontos, a 20 do líder e já virtual campeão FC Porto, e com dois de vantagem sobre o Sporting de Braga (quarto colocado, com 57), adversário direto na luta pelo pódio da I Liga da época 2019/20.

O Vitória de Setúbal ocupa o 17.º e penúltimo lugar, com 30 pontos, os mesmos de Portimonense (16.º) e Tondela (15.º).

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.