O avançado português Tiago Tomás mostrou-se hoje feliz após realizar o sonho de estrear-se pela equipa principal de futebol do Sporting, com apenas 18 anos, mas frisa que o “mais difícil é manter-se” no plantel.

“Quando entrei em campo vieram os anos todos de trabalho e de muito sacrifício que todos nós temos de fazer para chegar aqui. É um sonho realizado, tudo o que queríamos é jogar em Alvalade”, declarou o jovem ponta de lança, à televisão do clube, acrescentado que “para ser melhor só com a presença dos adeptos” no estádio.

O internacional sub-19, que esta época jogou pelas equipas de sub-19 e de sub-23 do Sporting, entrou aos 81 minutos para o lugar de Matheus Nunes, na vitória (2-1) caseira frente ao Gil Vicente, no jogo da 29.ª jornada da I Liga de futebol.

Apesar de ter sido aposta para o treinador Rúben Amorim, o jovem jogador, que na passada semana renovou pelo clube lisboeta até 2025, lembrou que “nada está garantido e que o mais difícil é manter-se" entre as escolhas.

“Tudo o que alcancei ontem [quarta-feira] foi um sonho para mim, mas nada está garantido. Mais difícil do que chegar cá, é mantermo-nos. A ideia e o que quero é evoluir a cada dia, ter mais oportunidades e singrar com a camisola do Sporting”, confessou.

Por fim, deixou uma palavra de agradecimento ao treinador ‘leonino’, que também estreou o companheiro Joelson Fernandes, e admitiu que “nem nos seus melhores sonhos imaginaria jogar como sub-18 na equipa principal do Sporting”.

“O mister, para nós, tem sido um grande treinador, impecável, e deu-me a oportunidade de cumprir o nosso sonho. Estou muito agradecido por isso”, concluiu.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.