Depois da derrota do FC Porto em Famalicão (2-1) e do empate do Benfica com o Tondela (0-0), também o Sporting não conseguiu vencer no regresso I Liga. Os ‘leões’ estiveram duas vezes na frente, mas não conseguiram segurar a vantagem e acabaram por empatar 2-2 com o Vitória de Guimarães, num D. Afonso Henriques sem público.

A equipa de Rúben Amorim  esteve sempre na frente, graças ao ‘bis' de Sporar, aos minutos 18 e 52, e a equipa de Guimarães respondeu com os tentos de João Carlos Teixeira (32') e de Marcus Edwards (68').

O Sporting apresentou-se em Guimarães com quatro alterações num onze que incluiu os estreantes Eduardo Quaresma e Matheus Nunes, mas também Rafael Camacho e Jovane Cabral. Já Ivo Vieira operou seis alterações em relação ao último jogo dos vimaranenses, incluindo os regressos de Bondarenko, que não jogava desde setembro de 2019, e de Joseph, que esteve parado quase dez meses devido a uma lesão na anca.

Logo aos 6 minutos, Marcus Edwards (6’) esteve muito perto de dar vantagem à formação de Guimarães, num remate providencialmente desviado por Mathieu. O Sporting, contudo, aproveitou bem as fragilidades da defesa vitoriana, de tal forma que aos 18' Douglas decidiu interceptar uma bola de Acuña, deixando-a escapar para Sporar, que agradeceu a cortesia e atirou para a baliza deserta.

O Sporting aproveitou a vantagem para controlar as operações, apostando na velocidade de Jovane Cabral, que dispôs de um par de oportunidades para alargar a vantagem, todas elas infrutíferas. O Vitória parecia abalado pelo golo sofrido, mas acabou por chegar ao empate num lance parecido ao que deu o 1-0 aos ‘leões': desta feita foi Luís Maximiano a fazer um mau passe para a entrada da área, com Joseph a recuperar a bola e a oferecer o golo a João Carlos Teixeira.

Apesar das tentativas de Jovane e Vietto para repor a vantagem 'leonina', o marcador só voltou a mexer quando Sporar (54') aproveitou uma saída precipitada de Douglas para fintar o guarda-redes e assinar o segundo da noite, num golo anulado pelo árbitro assistente e validado pelo VAR.

O Vitória viu-se novamente obrigado a correr atrás do resultado, mas definiu mal vários lances, perante o desespero de Ivo Vieira. Até que aos 68', com alguma sorte à mistura, Marcus Edwards aproveitou uma bola perdida para fazer o 2-2.  A expulsão de Joseph manteve o jogo aberto até ao fim, sendo que os 'leões' estiveram perto do 3-2, primeiro num cabeceamento de Jovane, aos 84', e depois num remate por cima de Rafael Camacho, já na compensação.

Com este resultado, o Sporting mantém a quarta posição, com 43 pontos, a três do terceiro, SC Braga, que defronta esta sexta-feira o Santa Clara, enquanto o Vitória é sexto classificado, com 38.

O momento

Sporar faz o 1-0: O avançado eslovaco aproveitou um erro crasso de Douglas para colocar o Sporting em vantagem, dando o mote para uma partida bastante intensa.

A figura

Sporar: Primeiro 'bis' com a camisola do Sporting, tendo aproveitado da melhor forma os deslizes do adversário. Estava a atravessar um bom momento antes da paragem e a verdade é que nada parece ter mudado.

Reações

Rúben Amorim: "Vão ser dez jornadas atípicas"

Ivo Vieira: "Podia um espetáculo fantástico com adeptos, mas não é possível e dedico-lhes isto"

Emanuel Ferro: "O empate é um resultado que não nos satisfaz"

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.