O futebolista do Benfica Carlos Vinícius assumiu hoje estar a viver o melhor momento da carreira e, apesar de ser a atual referência ofensiva dos ‘encarnados’, recusou levar vantagem sobre Seferovic e Raúl de Tomás.

“Estou feliz de estar num grande clube como o Benfica e por estar a ajudar a equipa e um grupo que me acolheu bem. É o melhor momento da minha carreira, mas procuro sempre evoluir”, afirmou o avançado aos jornalistas.

Vinícius, que participou, juntamente com o lateral Nuno Tavares, numa ação de solidariedade numa instituição de acolhimento e educação em Lisboa, durante a qual distribuíram presentes às crianças, disse ter a ambição de manter a atual condição de melhor marcador da I Liga, com 10 golos, e ser o ‘artilheiro’ da prova no final.

“Trabalho sempre jogo após jogo. O primeiro pensamento é ajudar a equipa, mas trabalho sempre para mais. É um objetivo para todos os avançados. Ao marcar golos, estarei a ajudar a equipa. Além de ser um sonho individual, é também um sonho coletivo”, referiu.

Com 14 golos em 19 partidas oficiais pelas ‘águias’, o ponta de lança brasileiro, que foi contratado ao Nápoles no início da época, por 17 milhões de euros, recusou ser o principal nome do ataque benfiquista e lembrou os outros dois avançados do plantel ‘encarnado’.

“Às vezes, as pessoas esquecem-se que o Seferovic foi o melhor marcador da I Liga do ano passado. Tem o valor dele, tal como o Raúl [de Tomás]. Estamos aqui os três para trabalhar. Nenhum de nós está à frente dos demais. Estamos a trabalhar em prol do Benfica”, observou.

Já no que diz respeito ao arranque pouco produtivo do avançado espanhol (dois golos em 16 jogos), Vinícius foi perentório: “Ele está a trabalhar forte. É apenas uma questão de adaptação, é normal. Ele tem qualidade, todos vemos isso diariamente nos treinos. Ele vai ter sucesso.”

No dia em que o Benfica anunciou a renovação de contrato com o treinador Bruno Lage até 2024, Carlos Vinícius não teve qualquer dúvida em afirmar que o técnico “é o homem certo” para o lugar e “tem trazido alegria aos benfiquistas”.

“Estamos contentes com ele e ele connosco. Isso é que importa”, salientou, antes de apontar o principal objetivo do Benfica para a receção ao Famalicão, no sábado, para o campeonato: “Voltar a fazer um excelente jogo coletivo e sair com a vitória.”

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.