Segundo o mapa de castigos do Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), hoje divulgado, Wilson Eduardo foi expulso por palavras dirigidas ao árbitro já após o final do jogo entre bracarenses e Rio Ave (1-1), pagando ainda uma coima de 1.148 euros.

Já Ângelo Neto, viu o vermelho direto aos 54 minutos da derrota dos minhotos na visita ao Vitória de Setúbal (3-0), enquanto o colega de equipa Halliche, também expulso, cumpre um encontro de castigo.

A partida rendeu ainda um jogo de suspensão a Ricardo Esgaio, por acumulação de amarelos na receção ao Rio Ave, enquanto o treinador, Abel Ferreira, terá de pagar 765 euros, depois de também ter sido expulso.

Do lado do conjunto do Rio Ave, o diretor André Vilas Boas terá de cumprir 10 dias de suspensão, por palavras dirigidas ao árbitro do encontro.

Quanto ao ‘clássico’, em que o Benfica venceu o FC Porto na Luz por 1-0, este rendeu uma multa de 765 euros aos ‘encarnados’ por terem reproduzido “uma música do género ‘paso doble’”, associada a touradas, “depois do jogo ter terminado”, pode ler-se em comunicado.

O argentino Cristian Lema vai cumprir um jogo de suspensão, depois de ter sido expulso, enquanto o treinador do FC Porto, Sérgio Conceição, terá de pagar uma coima de 287 euros por não usar a braçadeira de treinador durante a maior parte do encontro.

Na vitória do Portimonense na receção ao Sporting (4-2), a equipa da casa foi multada em 765 euros por ter cortado a relva em “faixas oblíquas em relação à linha de meio campo”, em vez de paralelas.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.