Milhares de pessoas receberam em apoteose, ao início da noite, a equipa do Varzim, que garantiu quarta-feira o regresso à II Liga de futebol, depois de levar a melhor num play-off a duas mãos com o Casa Pia, de Lisboa.

A comitiva do histórico emblema poveiro chegou já depois da meia-noite ao Parque da Cidade da Póvoa de Varzim, onde estava montado um palco para acolher os festejos.

Os jogadores, equipa técnica e dirigentes, que antes tinham percorrido de autocarro algumas ruas da cidade nortenha, mostraram-se visivelmente surpreendidos com a multidão que os aguardava, e que não hesitou em pedir mais uma subida de divisão, agora para a I Liga.

O presidente do clube, Pedro Faria, ouviu os anseio dos adeptos e falou "num esforço que valeu a pena".

"Hoje subimos de divisão e de certeza que para a próxima época vamos competir na II Liga", disse o dirigente, aludindo ao incidente de há três anos quando o clube conseguiu desportivamente a promoção, mas, por problemas financeiros, não conseguiu inscrever a equipa nos escalões profissionais.

Já Aires Pereira, presidente da Câmara Municipal da Póvoa de Varzim, que juntamente com milhares de pessoas aguardou, desde a tarde, pela chegada de Lisboa da equipa, elevou as expetativas dos poveiros para próxima temporada.

"O que foi hoje conseguido é apenas o primeiro degrau de uma escada que queremos continuar a subir até a um lugar que nos pertence na I Liga", disse o autarca, entusiasmando a multidão.

Depois dos discursos, os jogadores foram chamados, um a um, ao centro do palco para serem saudados, dando, depois, continuidade à festa que se prolongou pela noite dentro.

O Varzim garantiu quarta-feira o regresso aos campeonatos profissionais de futebol depois de ter levado a melhor no play-off de acesso à II Liga do Campeonato Nacional de Seniores, disputado a duas mãos, com o Casa Pia.

No primeiro jogo os poveiros venceram por 2-0, tendo na segunda partida arrancado um empate, por 1-1, no reduto do emblema de Pina Manique.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.