O jornal A Bola avança esta sexta-feira na edição imprensa que o branco BMG estará interessado em investir na Académica de Coimbra.

De acordo com o desportivo, o banco brasileiro tem feito vários contactos com responsáveis da Briosa e admite ter uma relação comercial e empresarial estreita no futuro.

A mesma fonte avança que o BMG está disposto a injetar numa fase inicial 6,5 milhões de euros nos cofres dos estudantes, de modo a cobrir o valor total da dívida da SDUQ e tornar-se a médio prazo acionista da Briosa.

No entanto, para que a instituição brasileira invista nos estudantes, a Briosa tem de deixar de ser uma Sociedade Desportiva Unipessoal por Quotas (SDUQ), como acontece atualmente, e transformar-se em Sociedade Anónima Desportiva (SAD). Esta alteração só seria possível mediante aprovação dos sócios em Assembleia Geral.

O Banco de Minas Gerais (BMG) tem um passado de investimentos no futebol brasileiro, e recentemente expandiu a sua presença para Portugal. Tem uma parceria com o FC Porto, sendo o patrocinador do museu dos 'dragões', e tentou entrar para a SAD do Vitória de Guimarães, processo que não avançou.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.