O Sporting da Covilhã é a única equipa que ainda não perdeu na segunda volta da II Liga de futebol e o treinador Filó atribui a recuperação em à experiência dos reforços chegados em janeiro.

O emblema serrano, que chegou ao final de 2018 no 18.º e último lugar, soma nove jogos sem perder e ocupa o nono lugar, com 34 pontos.

Filó diz que os processos estão mais assimilados, os reforços trouxeram "experiência e qualidade ao plantel" e alguns jogadores voltaram às posições de origem depois de terem sido adaptados a outros lugares, como era o caso do capitão Gilberto.

"A chegada de jogadores mais experientes permitiu criar um grupo mais coeso, mais forte, mais experiente. Era um plantel muito jovem, com jogadores com potencial, mas que estavam a conhecer esta divisão, que nunca tinham jogado na II Liga", realçou Filó, em declarações à Lusa.

Em janeiro, chegaram ao emblema covilhanense Leandro Pimenta, Zé Pedro, Kukula, Tiago Moreira, Sérgio Semedo e Diego Medeiros.

O bom momento dos ‘leões da serra’, acentuou Filó, não se deve ao fator sorte, mas ao "muito trabalho e dedicação", ao mérito do grupo, que com bons resultados ganharam também maior confiança.

Apesar da sequência positiva da equipa, o treinador assumiu não estar satisfeito, uma vez que o grupo treina junto há apenas nove semanas e pretende que atinjam o ponto em que possam jogar "de olhos quase fechados". De acordo com o técnico, esse processo está "quase" conseguido, mas faltam "pormenores".

"Sou um insatisfeito por natureza. Exijo muito deles, porque sei que podemos dar mais. A equipa ainda tem muito que crescer. Temos de ser uma equipa que, além de defender bem - e estamos a defender bem -, tem de melhorar o processo ofensivo, ter mais circulação, melhores decisões, melhor critério no último terço", frisou Filó.

No domingo, o Sporting da Covilhã recebe o Famalicão, segundo classificado, com 48 pontos, menos 10 do que o líder Paços de Ferreira, em jogo da 26.ª jornada, e Filó, embora destaque a qualidade do adversário, o orçamento elevado dos nortenhos e a aposta feita na subida de escalão, diz que os serranos vão entrar em campo "com o máximo respeito, mas a máxima ambição".

"Queremos vencer e dentro de campo é que se veem os argumentos de cada equipa. Queremos deixar os nossos adeptos orgulhosos", enfatizou o treinador dos ‘leões da serra’.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.