Em comunicado publicado na página oficial na Internet, o clube de Chaves desejou ainda “os maiores sucessos profissionais” ao costa-marfinense, de 20 anos.

Nas últimas duas épocas, Sangaré atuou na equipa satélite do Desportivo de Chaves, no terceiro escalão.

Em 18 de junho, o clube flaviense anunciou o fim da equipa secundária, que disputou nas duas últimas temporadas o terceiro escalão.

Segundo o presidente da SAD, Francisco José Carvalho, devido à pandemia de covid-19, o emblema de Trás-os-Montes está a reorganizar o orçamento para a próxima época e decidiu não participar com a sua equipa secundária no Campeonato de Portugal.

Também os avançados Tanko, de 21 anos, e Mika Borges, de 23 anos, que habitualmente representavam a equipa secundária, rescindiram com o clube de Trás-os-Montes.

O Desportivo de Chaves anunciou como reforços para a nova temporada no segundo escalão os defesas Luís Rocha, de 33 anos, ex-Farense, e Bura, de 31 anos, ex-Leixões, os médios Zé Tiago, de 31 anos, ex-Mafra, e Luís Silva, de 27 anos, ex-Leixões, e o avançado Roberto, de 31 anos, ex-Estoril.

Também o ala direito João Correia, de 23 anos, assinou em definitivo pelos flavienses, depois de ter estado emprestado na temporada 2019/2020 pelo Vitória de Guimarães.

A equipa será orientada pelo técnico Carlos Pinto, de 47 anos, que na época passada representou o Leixões, e arrancou com os treinos para a nova temporada em 11 de julho.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.