Na Assembleia Geral realizada esta noite no pavilhão dos bombeiros voluntários de Arouca e seguindo as normas da Direção-Geral da Saúde, como o uso de máscara e o distanciamento social, os “entre 40 a 50 sócios” presentes aprovaram “todos os pontos por unanimidade”, segundo o diretor de comunicação do emblema, Joel Pinho.

“O orçamento [da época 2019/2020] ficou em ressalva para ser mais à frente. Atendendo a esta situação [da COVID-19] vai ser apresentado durante o mês de agosto. O presidente [Carlos Pinho] disse que ia fazer uma equipa à Arouca e lutar para garantir a manutenção o mais rápido possível e depois pela parte superior da tabela”, afirmou.

Além da aprovação do relatório de atividades das épocas 2018/2019 e 2019/2020, o plano de atividades para a época 2019/20 e 2020/21, o orçamento para a época 2019/20 e o relatório de contas da época 2018/19, foi também aprovada a realização da renumeração dos sócios do emblema arouquense.

“Durante estes dias vão ser apresentados reforços, possivelmente durante este fim de semana”, acrescentou.

A Federação Portuguesa de Futebol indicou Vizela e Arouca, os dois clubes com mais pontos, para a subida à II Liga, na sequência da conclusão precoce do Campeonato de Portugal, em 08 de abril, depois da suspensão preventiva, por tempo indeterminado, em 12 de março, devido à pandemia da COVID-19.

Nessa altura, após 25 jornadas, o Vizela liderava a Série A, com 60 pontos, e o Arouca era o primeiro da B, com 58.

A pandemia de COVID-19 já provocou quase 423 mil mortos e infetou mais de 7,5 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 1.505 pessoas das 36.180 confirmadas como infetadas, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.