O treinador José Augusto vai deixar o Sporting da Covilhã, da II Liga portuguesa de futebol, confirmou hoje o próprio, em em declarações à agência Lusa.

Após concluir o campeonato no 15.º lugar, o técnico algarvio, de 45 anos, que sucedeu a Filipe Gouveia, reuniu durante a manhã de hoje com o presidente do clube, José Mendes, e decidiram "fechar um ciclo".

"Não vou voltar para o Covilhã. Já foi definido. Fecha-se um ciclo para mim. Fecha-se um ciclo para o clube também. Já falámos, já refletimos sobre tudo o que foi feito. É um novo ciclo que se vai abrir para mim, é um novo ciclo que se vai abrir para o Covilhã", disse José Augusto.

O técnico reconheceu que estas mudanças "são normais no futebol", assumiu-se grato "pela oportunidade" que lhe foi dada no clube serrano e realçou a boa relação com o presidente, deixando em aberto a possibilidade de voltar aos "leões da serra".

Antes de chegar ao Sporting da Covilhã, José Augusto orientou o Portimonense, clube no qual iniciou a carreira de treinador principal, depois de ter sido preparador físico.

"Tive uma relação profissional muito boa com o presidente, muito estável. Estou grato pela oportunidade que tive no Sporting da Covilhã. Foi muito importante para mim, porque, na altura, não estava a treinar, abriu-me as portas e penso que não as fechou. Penso que as deixou abertas para um dia, quem sabe, voltar aqui", sublinha o treinador, em declarações à agência Lusa.

O técnico, que à sétima jornada rendeu Filipe Gouveia nos serranos e deixou a equipa no 15.º lugar, diz que agora vai descansar e esperar, "sem ansiedades", até outra oportunidade surgir.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.