O Vilafranquense deixou hoje o último lugar da II Liga portuguesa de futebol, ao vencer em casa a Oliveirense, por 3-2, na oitava jornada, graças a um golo no último minuto.

A equipa ribatejana esteve a vencer por 2-0, com golos de Filipe Oliveira (11 minutos), Denis Martins (42), mas permitiu que Agdon (61) e Neto Costa (73) fizessem o empate para a Oliveirense, antes de Gustavo Tocantins (90) dar o segundo triunfo ao Vilafranquense.

Os ribatejanos entraram melhor, e Ulisses Santos aproveitou a passividade da defesa de Oliveira de Azeméis, assistiu Filipe Oliveira, que de pé esquerdo fez um bom golo.

A Oliveirense ia tentando responder à desvantagem, mas os ribatejanos iam tapando os caminhos da sua baliza e tiveram uma soberana ocasião para ampliar, com o nigeriano Silas a surgir isolado, mas, só com Bruno Vale pela frente, a rematar por cima da trave.

Na melhor ocasião forasteira, Neto Costa, após um livre, cabeceou e obrigou Maringá a defesa apertada para evitar a igualdade.

Mais objetivos os homens de Vila Franca de Xira chegaram ao segundo golo, antes do intervalo, após um canto apontado por Ulisses, com Neguete a cabecear à trave e na recarga Denis Martins a aumentar a vantagem ribatejana.

Apesar de a partida ter perdido qualidade no segundo tempo, a Oliveirense conseguiu reduzir por Agdon, que aproveitou um ressalto para marcar.

O golo deu novo alento à equipa de Pedro Miguel, que pouco depois chegaria à igualdade por Neto Costa na sequência de um canto.

Num último fôlego, a equipa de Filipe Moreira chegou à vantagem, novamente na sequência de um canto, em que João Vieira cabeceou à trave e, com o peito, Gustavo Tocantins fez o golo da vitória.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.