O alegado acordo entre Farense e Vítor Oliveira 'caiu por terra' porque o treinador de 65 anos não gostou da 'fuga de informação' para a comunicação social sobre o entendimento entre as partes, algo que só deveria ter sido oficializado no final da época.

Apesar de já ter garantido a subida de divisão do Paços de Ferreira, Vítor Oliveira ainda tem objetivos para alcançar na Mata Real, uma vez que os 'castores' estão na luta pelo título da II Liga. Para além disso, o presidente do Paços de Ferreira admitiu recentemente, em declarações à Rádio Renascença, que pretende segurar Vítor Oliveira na Mata Real na próxima temporada, mas o SAPO Desporto sabe que a Académica de Coimbra é um dos clubes interessados no 'toque de Midas' do técnico português em relação às subidas de divisão e que vai tentar contratar Vítor Oliveira no final da presente temporada.

A Académica de Coimbra está praticamente fora da corrida à subida de divisão uma vez que está nesta altura a 10 pontos do Famalicão, segundo classificado, quando há 12 pontos em disputa. Recorde-se que a Académica de Coimbra procura regressar ao primeiro escalão desde 2016 sendo um dos 10 emblemas com mais presenças na I Divisão do futebol português.

Vítor Oliveira já garantiu a subida do Paços de Ferreira à Primeira Liga. Os 'castores' são o 11.º clube que o técnico de 65 leva da Segunda para a Primeira Liga. Estes feitos garantiram-lhe o apelido de 'elevador do futebol português' pelo jornal espanhol 'Marca'.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.