As seleções de futebol de Angola e da África do Sul defrontam-se nesta quarta-feira, no Cairo, em partida de carácter particular, naquele que será o 12.º jogo no historial entre ambas, com vantagem para os sul-africanos, de sete vitórias contra apenas uma dos angolanos.

Os contendores, que empataram igualmente em três ocasiões, preparam-se para a 32ª edição do Campeonato Africano das Nações, a iniciar-se já nesta sexta-feira, no Egipto.

Trata-se de um treino de valor acrescentado, a julgar pelos objectivos traçados entre as partes nesta prova continental, particularmente para os Palancas Negras que pretendem melhorar os quartos-de-final de 2008 e 2010.

A selecção, com certeza, aproveitará ainda este amigável para inverter o quadro diante deste opositor, que tem sido superior nos desafios já realizados.

Dos 11 jogos entre Angola e África do Sul, os Bafanas Bafanas perderam apenas em 2015, em Joanesburgo, na primeira mão da última eliminatória de acesso ao CHAN de 2016. 2-0 foi o resultado, com golos de Mateus Galiano e Ary Papel.

No encontro da segunda mão, os angolanos saíram derrotados, em Luanda, por 1-2, mas conseguiram o passe para a prova reservada apenas a atletas que evoluem nas campeonatos internos.

No histórico, os dois países se defrontaram pela primeira em 1996, na fase final do CAN, decorrido curiosamente em terras de Mandela, na primeira participação dos Palancas Negras em provas do género.

Os anfitriões venceram por 1-0.

Nesta partida, Angola, orientada por Carlos Alhinho, alinhou com Orlando, Carlos Pedro, Hélder Vicente, Neto, Fua, Wilson, Paulão, Castela, Joni, Abel Campos e Túbia. Entraram ainda Luizinho e Quinzinho.

A última partida foi no torneio das quatro Nações, em 2018, na Zâmbia. A África do Sul venceu por 7-6, aos penaltis, depois de uma igualdade a um golo no tempo regulamentar.

No CAN do Egipto, Angola (32ª colocada no Ranking da CAF e 123ª na FIFA) está no grupo E, com a Mauritânia, Mali e Tunísia, sendo esta última a adversária de estreia, no dia 24. Já a adversária (14ª na CAF e 72ª na FIFA) está na série D, com Marrocos, Cote d’Ivoire e Namíbia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.