Com a vitória (1-0) em Banjul, a seleção nacional de futebol define esta terça-feira o passe para a fase de grupo qualificativo para o Campeonato do Mundo de 2022, no Qatar, quando defrontar (16h) a Gâmbia, em jogo da segunda "mão" no estádio 11 de Novembro.

A equipa nacional precisa, no mínimo, de um empate para apurar-se para a fase de grupo eliminar de acesso ao mundial de 2022, na República Árabe do Qatar.

A jogar em casa, os Palancas Negras são favoritos teóricos para ampliar para três o número de vitórias ante os “escorpiões” , depois de dois triunfos e igual empates.

O duelo entre as duas selecções iniciou em 1978, com vitória de Angola, por 5-3, num torneio internacional por ocasião da proclamação da independência de Cabo Verde (assinalar-se a 5 de Julho de 1975).

Em 2010, em Portugal, na véspera da preparação para a Taça de África das Nações “Orange-Angola2010”, ambas cruzaram pela segunda vez, terminado com empate a um golo, resultado registado igualmente no terceiro encontro, em 2012, em Benguela, no âmbito do CAN 2013, na África do Sul.

Na última sexta-feira (dia seis), os angolanos voltaram a dominar os gambianos, desta vez no seu reduto, com o único golo apontado pelo central Wilson.

Sob orientação técnica do português Pedro Gonçalves, representaram a selecção nacional esta terça-feira (dia 10), os atletas Toni Cabaça, Landu, Ndulu, Núrio Furtuna, Wilson, Bastos, Isaac, Show, Herenilson, Freddy, Geraldo, Fábio Abreu e Mateus Galiano, Paizo, Além, Eddy Afonso, Vá, Zito Luvumbu, Mabululo, Yano, Nandinho e Macaia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.