A selecção angolana de futebol, na categoria de sub-20 masculino, mais conhecida pela alcunha de ‘Palanquinhas’, defronta a similar do Maláui no sábado à tarde, no Estádio de Kamuzo, na cidade malauiana de Blantyre.

Os 20 convocados do seleccionador Silvestre Pelé, que já se encontram naquele país a treinar, esperam obter um resultado que seja suficiente para eliminar o adversário no jogo da segunda mão, que acontece no dia 28 do corrente mês, no Estádio dos Coqueiros, em Luanda.

Bráulio Manuel, um dos convocados para o desafio de sábado, disse estar pronto para dar o seu máximo e acredita que os seus colegas vão cumprir com as recomendações da equipa técnica.

“Sinto-me preparado e espero fazer um bom jogo. Estamos com muita crença e fé que vamos trazer uma vitória”, sublinhou.

O jogador reforçou que confia também no potencial da equipa técnica, que já tem as estratégias montadas para o desafio, um jogo importante de onde esperam poder sair bonitos e sorridentes na fotografia final.

Por sua vez, o técnico da selecção principal (as Palancas Negras), Srdjan Vasiljevic, incentivou as Palanquinhas a fazerem de tudo para vencer o Malaúi, dentro e fora de casa, a fim de passarem à última eliminatória de acesso à Taça das Nações Africanas (CAN) em sub-20.

“De certeza que a intenção destes jovens é a de jogarem um dia na selecção de honras. Por isso, o meu incentivo é para lhes dar mais força, a fim de vencerem os jogos da eliminatória e irem representar o país naquela competição africana”, disse o técnico de nacionalidade sérvia.

De recordar que as Palanqunihas já conquistaram um título no CAN de sub-20, em 2001, sob comando técnico de Oliveira Gonçalves, treinador que também levou a selecção principal à sua primeira participação num Mundial de futebol.

Aliás, grande parte dos jogadores da selecção de sub-20 campeã em 2001 acabou por competir no Campeonato do Mundo de 2006, na Alemanha, outra vez sob comando de Oliveira Gonçalves, considerado um dos melhores técnicos angolanos de sempre.

Entre os jogadores da geração que disputou os dois mundiais, destaque para Pedro Mantorras, então avançado do Sport Lisboa e Benfica, Gilberto do Amaral, antigo médio do Al-Ahly do Egipto, e Mendonça, que representou o Varzim de Portugal.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.