A Federação Cabo-verdiana de Futebol (FCF) denunciou, esta segunda-feira, que o terreno de jogo de estreia da seleção nacional feminina no torneio das Federações Oeste Africana (UFOA) está em “péssimas condições”.

Em comunicado, a FCF avançou também que o combinado nacional realizo o último treino antes da partida desta terça-feira ante a selecção anfitriã, no jogo inaugural do UFOA 2020, que acontece pela primeira vez na Serra Leoa.

“O treino decorreu no Bo City, onde o terreno de jogo está em péssimas condições, pois é uma mistura de palha com terra”, denunciou o comunicado, que diz igualmente que “a selecção não está habituada”, uma vez que “todos os campos em Cabo Verde são de relvado sintético”.

Mesmo assim, refere o documento, a selecção cabo-verdiana treinou hoje “na máxima força”, estando as 20 convocadas a disposição do ‘staff’ técnico liderado por Silvéria Nédio e coadjuvado por Gustavo Pires.

O jogo começa as 13h00 de Cabo Verde.

Cabo Verde volta a entrar em campo dois dias depois, 27 de Fevereiro, para jogar com o Senegal e termina a sua participação nesta primeira fase a 01 de Março, ante à Guiné-Conacri.

De acordo com o sorteio desta competição, Cabo Verde integra o Grupo A, juntamente com a Serra Leoa, Guiné-Conacri e Senegal. As selecções do Mali, Gâmbia, da Libéria e da Guiné-Bissau fazem parte do Grupo B.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.