A Assembleia Geral da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) reúne-se hoje para apreciar e votar dois modelos de estatutos em conformidade com o novo Regime Jurídico das Federações Desportivas (RJFD).

As propostas têm poucas matérias em que diferem, a mais relevante no que concerne a novos regulamentos, com a proposta das associações a consagrar que sejam apreciados em reunião magna, ao contrário do modelo que a direcção de Gilberto Madaíl vai apresentar.

O RJFD atribui competências à direcção da FPF na elaboração e aprovação de regulamentos, mas a proposta estatutária das associações determina que os sócios ordinários da FPF possam apreciar e ratificar.

Os dois modelos estão em consonância com o RJFD no que toca à representatividade na Assembleia-Geral, com as associações distritais e regionais a passarem de 55 por cento dos votos para 35, matéria que suscitou acesa polémica.

A primeira proposta de estatutos adequados ao RJFD, da responsabilidade do elenco directivo de Gilberto Madaíl, foi rejeitada na Assembleia Geral da FPF de 18 de Julho de 2009, com o voto desfavorável de 20 das 22 associações distritais e regionais.

O RJFD determinava a adequação dos estatutos das federações desportivas até 27 de Julho.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.