Esta manhã, o selecionador nacional Fernando Santos esteve no 'Programa da Cristina' na SIC e falou sobre a relação com o internacional português Cristiano Ronaldo.

"Lembro-me de um episódio que eu nunca esqueci. Cheguei ao Sporting e um dia chamei-o, no mês e meio que ele teve comigo, e disse-lhe: 'Olha, tens um potencial enorme. Vais ser um grande jogador. Nesta equipa vais jogar, mas tens algumas dificuldades no jogo aéreo. Na posição que acho que podes jogar devias melhorar isso'", começou por contar Fernando Santos.

"No dia a seguir, quando íamos treinar, quando olho para o campo já lá estava o Ronaldo. Pensei: 'Olha aquele já foi para lá'. Quando lá chego estavam dois ou três amigos dele a mandar bolas para o ar e ele a mandar cabeçadas na bola. Logo no dia a seguir. A preocupação dele foi ir para o campo meia hora antes para treinar e melhorar aquilo que o treinador lhe disse", revelou o selecionador nacional.

Fernando Santos foi ainda questionado sobre a final do Euro 2016, em que Cristiano Ronaldo esteve ao seu lado na linha lateral, como se de um adjunto se tratasse.

"Já nos minutos finais o Raphael [Guerreiro] lesionou-se e eu estava a gritar para dentro de campo porque precisava que alguém fosse para lateral esquerdo. Ele dava-me porradas e dizia-me: 'Ó velho, ó velho. A gente já ganhou!'. É como tratar-me como pai. Se fosse só míster não me dizia nada. Acho carinhoso o velho", admitiu o selecionador nacional.

Recorde o dia em Cristiano virou treinador.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.