A FIFA anunciou esta quinta-feira o calendário para compromissos internacionais de seleções depois da disrupção causada ao mesmo devido à pandemia de COVID-19.

O organismo mantém a janela de setembro (31 de agosto a 8 de setembro)  para a Europa (UEFA) e para a América do Sul (CONMEBOL), mas adia-a na Ásia, (AFC), África (CAF), América do Norte (Concacaf) e Oceania (OFC).

As janelas de outubro (5 a 13) e novembro (9 a 17) na Europa ganham mais um dia, de forma a permitir a disputa de três jogos em vez de dois.

Além disso a janela de junho para seleções não-europeias são alargadas em sete dias, de forma a dobrar o número de jogos (de dois passam para quatro).

Também os playoffs intercontinentais para o Mundial de 2022 são alterados, passando de março  para junho de 2022.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.