A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) continua a amealhar milhões de euros com o bom desemprenho da seleção portuguesa nas grandes competições como os campeonatos mundiais e europeus.

De acordo com a edição desta terça-feira do jornal O Jogo, desde 2000 para cá, a FPF já angariou 142 milhões de euros, com destaque para a conquista do Euro2016, em França, tendo recebido 25,5 milhões de euros.

Dez anos antes, no Mundial2006 na Alemanha, a equipa das quinas já tinha arrecadado 22,5 milhões pelo quarto lugar. Agora, garantida a presença no Euro2020, Portugal tem também garantido 9,25 milhões de euros.

Este ano, Portugal ganhou ainda a Liga das Nações, sendo uma competição nova, ainda pouco mediática, logo menos rentável, mas mesmo assim a federação comandada por Fernando Gomes conseguiu um prémio de seis milhões de euros, com o bónus de não ter gastado em grandes deslocações e alojamento, uma vez que a competição foi organizada em Portugal.

Agora, quando ao Euro2020, que começa em junho do próximo ano, cada uma das 24 seleções presentes irá receber os tais 9,25 milhões de euros apenas pela presença, mas o número pode aumentar para 34 milhões de euros - muito superior ao que aconteceu em 2016 - caso vençam a prova.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.