O médio João Teixeira considera que as equipas 'B' têm tido um grande contributo na melhoria do futebol português e da qualidade dos jogadores lusos.

"As equipas B têm dado muitos jogadores de grande nível às equipas principais dos clubes e a qualidade nota-se também na seleção", disse o internacional português antes do treino desta tarde da seleção de sub-21, que prepara em Rio Maior o jogo com a Albânia, o primeiro da fase de qualificação para o Euro2017, que se realizará na Polónia.

Identificando como grande objetivo do grupo a presença na fase final da competição, o médio do Benfica considera que a equipa tem muita qualidade em todos os setores do campo e descarta responsabilidades acrescidas pelos bons resultados das últimas fases de qualificação.

"As equipas de Portugal lutam sempre para vencer. Ainda não sabemos muito bem como joga a Albânia, mas é com certeza uma boa equipa. Por enquanto, estamo-nos a preocupar só connosco, com a nossa maneira de jogar, assimilando os processos e as ideias do treinador. É um grupo bom, coeso e estamos a trabalhar bem. Temos muita experiência a nível internacional, o que é bom", referiu.

João Teixeira, que já soma 55 internacionalizações pelas equipas jovens portuguesas, duas delas pelos sub-21, não tem receio da concorrência no meio-campo português e considera que a rivalidade entre os jogadores é "saudável" e boa para todos.

No treino de hoje, no qual Rui Jorge pôde contar com todo o grupo, a seleção lusa de sub-21 recebeu a visita de Humberto Coelho, vice-presidente da Federação Portuguesa de Futebol.

Os sub-21 voltam a treinar na sexta-feira em Rio Maior, onde vão ficar em estágio até sábado, dia em que partirão para a Albânia.

O jogo com os albaneses, que marcará a estreia de Portugal no grupo 4 de qualificação para o Euro2017, está marcado para terça-feira, no Estádio Qemal Stefa, em Tirana, às 18:00 locais (17:00 em Lisboa).

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.