O Azerbaijão inaugurou o marcador no estádio Municipal Bela Vista, no Parchal, aos 28 minutos, através de um livre directo marcado por Mirhuseyn Seyidov, aumentando a vantagem na segunda parte, aos 48, na sequência de um contra-ataque concluído por Tural Isgandarov.

Apesar de ter dominado o jogo, Portugal só conseguiu chegar ao golo aos 78 minutos, por Ruben Pinto, após uma boa jogada colectiva, restabelecendo a igualdade aos 87, quando Bruma finalizou com êxito uma rápida iniciativa do ataque luso.

Após este deslize, a equipa portuguesa está obrigada a ganhar o próximo encontro, frente à Geórgia, que hoje surpreendeu ao impor-se por 1-0 à Grécia, assumindo a liderança isolada do agrupamento.

“Apesar da desvantagem os nossos jogadores foram fortes psicologicamente e conseguiram chegar ao empate. Foi pena não conseguirmos ter dado a volta ao resultado, pois dispusemos de oportunidades para que tal acontecesse”, lamentou o seleccionador Hélio Sousa.

A primeira fase de qualificação é composta por 13 grupos de quatro equipas, qualificando-se para a ronda de elite os dois primeiros classificados de cada agrupamento e os dois melhores terceiros.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.